Grafeno Explica: a diferença entre factorings e FIDCs

O adiantamento de recebíveis é uma prática cada vez mais comum no Brasil e esse tipo de negócio é feito por factorings e Fundos de Investimento em Direito Creditório (FIDCs). A Grafeno vai te explicar um pouco desses dois mundos Apesar da estrutura de um FIDC ser mais elaborada, não significa que ele seja maior […]

Grafeno explica: o que é a CVM?

O mercado de capitais ajuda no desenvolvimento econômico de um país e é bastante discutido no mundo todo. Mas quem regula esse setor? Neste artigo, a Grafeno vai te explicar  tintim por tintim sobre a Comissão de Valores Mobiliários. Primeiramente, precisamos entender que existe o Sistema Financeiro Nacional (SFN) que é dividido em alguns setores. […]

Crescimento dos FIDCs: captação no 1º semestre é quase equivalente ao acumulado de 2020

crescimento FIDCs

Prestes a completar 20 anos, os Fundos de Investimento em Direito Creditório (FIDCs) nunca tiveram o seu potencial plenamente explorado pelo mercado, mas isso está começando a mudar. Segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), a captação de recursos pelos FIDCs no primeiro semestre de 2021 foi de […]

Carta de um banqueiro aos empreendedores de fintechs

carta-de-um-banqueiro-aos-empreendedores-de-fintechs

Este artigo foi publicado primeiro no Tecmundo. Caros leitores, O último artigo que escrevi sobre bancos vs. fintechs rendeu bastante discussão e excelentes conversas. Um grande amigo, ex-diretor financeiro de um banco aqui no Brasil e na África, conseguiu organizar ótimos argumentos discordando do meu ponto de vista. Para ele: 1. Os bancos estão repletos […]

Como surgiu a Grafeno?

Desde 2019, a Grafeno trabalha com players líderes no mercado financeiro brasileiro. Mas como tudo começou? Para entendermos a história da Grafeno, precisamos antes entender a história recente do mercado de capitais, em especial dos FIDCs. Em dezembro de 2001 foram regulamentados os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios, os FIDCs. Esses Fundos negociam ativos […]