Antecipação de recebíveisAdiantar recebíveis é uma prática comum entre empresas brasileiras, porque existe a necessidade de capitalização desses negócios, ou seja, criar um fluxo de caixa e ter uma certa liquidez monetária para o melhor andamento da firma.

Se você comprar uma televisão de 60 polegadas em 12 vezes sem juros, você acha que a empresa que vendeu esse produto vai receber a prazo ou de uma só vez? Assim como você quita sua dívida em partes, a empresa também demora para receber a quantia. 

Essa espera, que pode parecer comum para o consumidor final, atrapalha o empresário que não tem dinheiro suficiente no caixa para pagar funcionários e matéria prima. Por isso, alguns negócios procuram por formas de conseguir crédito.

O mercado de crédito é bastante enraizado no Brasil, diferente de alguns países, como os Estados Unidos, e engloba desde as empresas que precisam de liquidez nas finanças, como também o consumidor final que deseja parcelar suas compras sejam elas feitas em carnês ou cartões dos mais variados bancos.

Novidades no mercado de crédito no Brasil

O mercado de crédito no país está evoluindo na tentativa de descentralizar a área, mas continua sendo um dos mercados mais concentrados em poucos bancos do mundo, chegando a 80% da carteira focada em apenas 5 bancos. 

A chegada do Open Banking, que permite o compartilhamento de dados de clientes entre bancos e fintechs, é um fator importante para o crescimento da descentralização nas operações de crédito no país. 

Para também ajudar no desenvolvimento do setor, o Ministério da Economia lançou medidas de estímulo de crédito como, por exemplo, o Programa Emergencial de Acesso a Crédito. Esse estímulo à economia atingiu R$ 1,169 trilhão. 

Com este novo grupo de medidas, a intenção do Governo é reduzir as taxas de juros nos financiamentos.

Antecipar recebíveis ou pedir empréstimo? 

Cada empresa sabe qual modelo de crédito vai ser mais vantajoso para ela, mas há algumas particularidades do adiantamento desses recebíveis que fazem com que algumas marcas acabem optando por esse modelo.

A principal vantagem é que antecipar recebíveis acaba sendo mais barato do que adquirir um empréstimo no fim das contas, mas há outros pontos que devem ser observados além de quem tirar a menor fatia do bolo.

Um deles também é a rapidez com que essa operação é feita. Se você vai receber em 30 ou 60 dias, é justo que receba o valor emprestado antes desse prazo e algumas etapas exigidas pelo empréstimo podem tomar tanto tempo que não vale a pena usar essa modalidade.

Isso sem falar nos riscos do credor e, consequentemente, como a taxa de juros pode ficar mais alta com a nota de crédito da empresa solicitante. Portanto, existem muitas variáveis que podem transformar o empréstimo em uma ótima ou péssima opção.

Já o adiantamento de recebíveis funciona de forma mais simples. Você já tem a garantia de recebimento nas mãos, como as notas fiscais, e pode solicitar a antecipação para auxiliar em duas áreas importante da empresa: 

E de uma maneira mais geral, falando sobre o mercado, para seu melhor entendimento, saiba que usar crédito significa estar alavancado. 

O que é alavancagem financeira?
Significa ter poder de compra superior ao que você realmente tem. Por exemplo, se você tem apenas 20 reais e decide comprar um relógio de 100. Na teoria esse produto não poderia ser adquirido, mas parcelando há essa possibilidade. 

Estar alavancado, para as empresas, segue a mesma lógica. É, basicamente, você conseguir liquidez no negócio para criar uma certa sustentabilidade no dia a dia. Uma quantia que você não teria naquele momento, mas consegue antecipar.

FIDCS, recebíveis e riscos

Existem Fundos de Investimentos em Direito Creditório (FIDCs) que podem adiantar esses valores para você, mas esse é um processo que precisa ser feito de forma clara e concreta, para ambos os lados.

O FIDC precisa conseguir quantificar o risco do modelo de negócios em que sua empresa está inserida e se ela tem alguma dificuldade em visualizar se existe uma receita recorrente. Além de existir todo um processo para que essa antecipação aconteça, é claro. 

Mas a intenção é que cada vez mais isso evolua e esses processos sejam menos demorados e burocráticos. Atualmente, por exemplo, o país está iniciando o modelo de adiantamento para recebíveis de frete, que é um tipo de serviço difícil de ter seu risco classificado.

Esse pode ser o primeiro passo para que outros serviços, que até então não conseguiam a antecipação de pagamentos, passem a conseguir melhorar o financiamento da cadeia produtiva e trazer liquidez para o negócio.

Plataforma Grafeno é tecnologia para quem quer dar crédito

A Grafeno é uma solução digital flexível que oferece estrutura bancária e regulatória, simplificando o fluxo entre credores e empresas. Crie tudo o que precisa e a Grafeno garante as operações de crédito com segurança e agilidade.

A Conta Escrow permite se adaptar às necessidades das suas operações de crédito, garantindo maior controle e segurança. Nela, você tem Emissão de cobranças na titularidade do cliente, sem ruído com o pagador.

 

Comentários